Curiosidades

10 belos lugares do Brasil que todos precisam conhecer

Embora o Brasil menospreze a vasta natureza que possui, de uma maneira geral, ele ainda possui muitos belos lugares e magníficos espalhados por aí, lugares que todos deveriam conhecer. Confira a seguir 10 deles:

Lagoa da Água Milagrosa, Cáceres do Pantanal Matogrossense (MT)

A Lagoa da Água Milagrosa é um dos melhores lugares para mergulhar em todo o estado do Mato Grosso. A água azul e cristalina encanta pela beleza, mas também pelo mistério, pois ainda não foi encontrado o fundo dessa dolina. Quem é mergulhador profissional pode ir até 180 metros e ainda não encontrará o seu fim.

Muitos são os mitos que envolvem a lagoa. Alguns dizem que a dolina foi formada pelo impacto de um meteoro, outros dizem que foi o movimento das placas tectônicas. E há também quem acredite que esse era um lugar secreto, onde se escondiam seres extraterrestres.

Monte Roraima (RR)

O monte Roraima está localizada entre a divisa do Brasil, Venezuela e a Guiana. O relevo impressiona pela altitude, cerca de 1.000 metros levam você até o topo dessa vista impressionante, onde as nuvens formam um tapete sobre os seus pés.

Esse é um passeio que exige condicionamento físico, mas que vale a pena pela vista deslumbrante. É possível acampar dentro de cavernas à noite, e no topo do monte, há jacuzzis cristalinas que se formam devido a intensa precipitação de chuvas na região.

A foto de capa localiza-se no topo do monte Roraima.

Vale da Lua, Chapada dos Veadeiros (GO)

O Vale da Lua fica no município de Alto Paraíso de Goiás, conhecida por ser uma região espiritualista e sagrada. A formação rochosa que lembra a superfície da lua é formada espontaneamente pelo movimento das águas. O design das pedras impressiona pela beleza. É possível visitar cachoeiras ou relaxar nas piscinas naturais que se formam entre as pedras.

Dunas do Jalapão (TO)

As dunas do Jalapão até parecem uma miragem africana no meio do cenário brasileiro. O sol reflete a areia de cor alaranjada e todo o espaço fica ainda mais belo, principalmente ao nascer e ao pôr-do-sol. As dunas podem atingir até 40 metros de altura. Entre a areia, um córrego percorre a paisagem “desértica” e é impossível não se impressionar pela diversidade da natureza ao redor.

Guarda do Embaú (SC)

Essa é uma praia onde fica visível o encontro do rio com o oceano. É preciso primeiro atravessar o Rio Madre para alcançá-la, o que torna o passeio ainda mais encantador.

A Guarda do Embaú é formada por uma vila de 400 moradores. Em sua maioria artesãos, pescadores e surfistas. Os nativos da região acreditam que há séculos atrás um navio pirata naufragou na região e que baús de tesouro ainda estão escondidos nessa praia.

Gruta do Maquiné, Cordisburgo (MG)

A Gruta do Maquiné é considerada o berço da paleontologia brasileira. Ela foi descoberta em 1825 por um fazendeiro de sobrenome Maquiné e mais tarde explorada por um naturalista dinamarquês que ficou encantado pela sua beleza. A caverna possui sete salões de uma arquitetura naturalmente esculpida, ao longo de milênios, pela água. Além disso, também foram encontrados no local, fósseis humanos e de animais que foram classificados no período Quaternário da era Cenozoica.

Arquipélago de Anavilhanas, Manaus (AM)

O Parque Nacional de Anavilhanas recebe turistas durante o ano todo. Durante o período da seca, que vai de setembro a fevereiro, é possível aproveitar as praias de areia branca que fazem um contraste com a água escura do rio Negro. Durante a cheia (de março a agosto) o passeio é realizado de barco entre os labirintos das florestas alagadas. No entanto, em qualquer época do ano é possível visitar o Flutuante dos Botos, fazer trilhas e apreciar a nossa rica floresta amazônica.

Centro histórico de Olinda (PE)

Também conhecida como “Cidade Alta”, o Centro Histórico de Olinda representa a área histórica da cidade, que remonta o período da colonização portuguesa no Brasil. Cerca de um terço de toda a sua área foi tombado pelo Iphan e a cidade é reconhecida como Patrimônio Mundial pela Unesco. A arquitetura impressiona pela diversidade de períodos: edifícios do século 16 encontram aspectos da arquitetura do século 18, assim como do 19 e do 20. Tudo isso com um oceano azul exuberante, servindo de pano de fundo para a paisagem histórica.

Cachoeira do Buracão, Chapada Diamantina (BA)

Considerada uma das cachoeiras mais bonitas de toda a Chapada Diamantina, a Cachoeira do Buracão proporciona uma vista encantadora com seus 98 metros de queda d’água, além de um canyon impressionante que circunda o trajeto do rio até a cachoeira. Ela se encontra no extremo sul do parque, na cidade de Ibicoara, a 256 quilômetros de Lençóis.

Maracajaú (RN)

Maracajaú é uma comunidade formada por uma vila de pescadores. Aproximadamente 2.000 habitantes vivem ali, cercado pelas dunas, lagoas, piscinas naturais e coqueiros. Não há como não se encantar pela água cristalina dessa praia. A grande atração são os mergulhos nas “piscinas”, repletas de peixes que podem ser observados bem de perto, quando a maré abaixa.

Comments

comments

Leave a Response

Nandy
Mineira que caiu de amores por “Sampa”, recordista de matriculas malsucedidas em academias e que acredita que o amor é sempre uma questão de escolha.