Ciência e Tecnologia

4 Coisas novas que pensamos ser velhas

 Existem diversos casos em que não sabemos quando algo foi inventado, mas, se pararmos para observar, veremos que alguns são mais novos do que aparentam ser.  Isso acontece porque estamos tão acostumados e atrelados às várias coisas que usamos em nosso cotidiano que nem paramos para pensar no que ou de quando ela é. Por isso, no post de hoje vamos revelar algumas delas.

Que tal conhecer algumas que são novas, mas que pensamos que são velhas? Confira:

HORÁRIO DE VERÃO

A ideia do horário de verão somente foi adaptada em escala global em 1970, mas, anteriormente, ele já tinha sido usado pela Alemanha durante a Primeira Guerra Mundial e pelo Reino Unido e EUA na Primeira e Segunda Guerras, como método para economizar combustível durante os combates, além de outras coisas.

4 Coisas novas que pensamos ser velhas

RAÇÃO

Antes, os animais domesticados e cuidados por humanos não tinham uma ração própria, foi somente em 1860 que o primeiro biscoito para cachorro foi inventado por James Spratt. O biscoito fez tanto sucesso que algumas empresas adotaram a ideia.

ADOLESCENTES

O termo adolescente só foi surgir em 1950, antes disso pessoas com idade entre 13 e 19 não tinham um tratamento especial, muito pelo contrário, dependendo da idade, ou a pessoa era considerada criança ou adulta, aliás, por muito tempo as crianças não tinham infância, desde cedo elas já tinham que trabalhar ou estudar, sem ter tempo algum para ser criança do modo como as conhecemos hoje.

TRÊS REFEIÇÕES POR DIA

Isso mesmo, antes, o almoço e o jantar não tinham um horário certo e estipulado, muito pelo contrário, almoço era feito durante a tarde e o jantar nem sequer existia, isso antes da eletricidade ter sido descoberta, isso porque cozinhar no escuro, ou à luz de velas era algo muito difícil e trabalhoso. Na Antiga Grécia, era comum se ter apenas uma refeição por dia.

Comments

comments

Leave a Response

Nandy
Mineira que caiu de amores por “Sampa”, recordista de matriculas malsucedidas em academias e que acredita que o amor é sempre uma questão de escolha.