Curiosidades

4 hábitos totalmente nojentos da Antiga Roma

Você já deve ter ouvido falar sobre como era o Império Romano, sobre Júlio César sendo assassinado e da famosa frase “Até tu, Brutus?”, não é mesmo? Mas no post de hoje, não vamos contar sobre as enormes conquistas de Roma ou coisas do tipo, muito pelo contrário, hoje mostraremos a vocês 4 hábitos totalmente nojentos da Antiga Roma. Confira:

As pessoas lavavam suas bocas com urina

10-urinal-mouthwash

Por incrível que pareça, algumas pessoas conseguiam fazer uma fortuna apenas vendendo urina, afinal, ela possuía um valor… incomum, pois era usada para lavar roupas e também lavar a boca e os dentes…

Compartilhamento de esponjas, após defecar

9a-romans-sharing-poo-stick

Os romanos possuíam encanamento básico, sim, mas os banheiros públicos eram realmente nojentos, não era apenas um vaso por pessoa e tudo o mais, era uma enorme sala com cerca de 15 assentos, cada um lado a lado e sem divisão, mas essa não era a pior parte, quando você terminava, você se limpava com uma esponja em um pedaço de pau que nunca era lavada e que era usada por todos.

Você poderia morrer ao ir ao banheiro

8-roman-bathroom-fortuna

Fora a questão da esponja, quando você ia a um banheiro você poderia ser mordido por animais e insetos que viviam nos dejetos, sem falar que, com o acúmulo de metano abaixo dos sanitários, às vezes eles explodiam.

O sangue dos gladiadores era utilizado como remédio

7-gladiator-blood

Alguns acreditavam que o sangue dos gladiadores curavam a epilepsia, tanto que os colhiam e os vendiam para que os outros pudessem bebe-lo. O curioso é que alguns médicos da época relataram que o tratamento funcionava, pois viram diversas pessoas se recuperarem de um ataque epilético depois de beber o sangue.

Comments

comments

Leave a Response

Nandy
Mineira que caiu de amores por “Sampa”, recordista de matriculas malsucedidas em academias e que acredita que o amor é sempre uma questão de escolha.