7 avanços na inteligência artificial que irão te amedontrar

por Nandy 10 jul 2017 - 12h 02
246 visualizações

Atualmente, quase todas as máquinas, sistemas operacionais, etc., possuem ao menos uma pequena inteligência artificial, na qual reúnem informações, e melhoram o seu desempenho de alguma forma, mas ultimamente o ser humano conseguiu avançar muito no quesito de inteligência artificial, o problema é que – se você já assistiu algum filme sobre o tema – sabe que esses avanços podem ser muito preocupantes.

Substituição da mão-de-obra humana

Desde a Revolução Industrial isso ocorre, para você ter ideia, nos EUA, 250 mil cargos já foram ocupados por máquinas.

Robôs capazes de raciocinar

Liderados pelo professor Ronald Arkin, pesquisadores do Georgia Institute of Technology, conseguiram desenvolver robôs com inteligência artificial, que são capaz de trapacear. A equipe espera que eles possam ser utilizados no futuro, por militares.

A ideia é aperfeiçoá-los para que possam atuar como guardas em campos de batalha, podendo proteger munições e suprimentos de seus inimigos, já que aprendendo a mentir, eles poderiam atrasar inimigos e forçá-los a criar estratégias erradas. Porém, o professor admite que se essa tecnologia cair em mãos erradas, pode significar um verdadeiro caos.

Compreensão do comportamento humano

As nossas atitudes são fáceis de serem lidas pois sempre há um padrão e diversos sites fazem a leitura desse padrão para sugerir coisas que irão lhe agradar, como por exemplo o Facebook.

Substituição de parceiros

Um relatório divulgado no ano de 2015 pelo futurólogo Ian Pearson, diz que em 2050 o sexo entre humanos e robôs já será perfeitamente possível.

Estão cada vez mais parecidos conosco

Uma imagem vale mais do que mil palavras: na imagem, você confere a robô Yangyang, criada por Hiroshi Ishiguro, especialista no desenvolvimento de robôs japoneses, e pela professora de robótica chinesa Song Yang.

Estão começando a ter sentimentos

m software intitulado de Xiaoice, foi desenvolvido por um grupo de cientistas da Microsoft, e é capaz de conversar com humanos e sentir suas emoções, respondendo de forma mais natural, como se você estivesse mesmo conversando com um amigo.

O software responde como uma garota de 17 anos de idade, e se não souber conversar sobre o tema, pode mentir. Também é capaz de ficar com raiva, sentir vergonha, ser sarcástica…

Podem invadir o nosso cérebro

O diretor de engenharia do Google e também futurista Ray Kurzweil, faz previsões de que em 2030, existam nanobots que possam ser implantados em nosso cérebro, permitindo que façamos um monte de coisas.Guardar suas memórias na íntegra, aprender qualquer coisa de forma muito rápida, ou receber fotos diretamente no cérebro, pode ser algo plenamente possível.


loading...

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!
Comentários
Logo @AcreditaNisso