Curiosidades

7 coisas que as mulheres não fazem por terem medo

As mulheres precisam passar por diversas situações durante o dia que nem sempre são agradáveis. Não é atoa que movimentos ativistas em luta pela igualdade e equidade feminina acontecem cada vez com mais frequência. Os noticiários sempre são recheados de casos absurdos envolvendo agressões e assédios… É algo realmente terrível mas é uma realidade que precisamos encarar.

O fato é que elas acabam precisando adaptar sua rotina de acordo com os riscos que correm. Por mais que a luta pelos direitos iguais seja constante, isso não anula as situações constrangedoras do dia a dia. Pensando nisso, separamos abaixo 7 coisas que as mulheres acabam não fazendo ou mesmo evitando, porque sentem medo.

Andar sozinha pelas madrugadas da vida

Geralmente, não é muito seguro andar por aí pela madrugada, independente da pessoa. Sabemos de todos os riscos e da falta iminente de segurança. No entanto, no caso das mulheres isso ainda é pior. Parece que os riscos simplesmente dobram de tamanho. Evitam ao máximo fazer algo do tipo, até porque, prevenir é melhor do que remediar!

Sair sozinha para beber

Depois de um longo dia cansativo e estressante de trabalho, sair para se divertir parece ser sempre uma boa opção. Claro, se descansar não for exatamente a prioridade do momento. Beber um pouquinho, nesses casos faz bem! Serve pra dar uma relaxada. A questão é que se não tiver ninguém pra acompanhar, as mulheres acabam deixando de fazer. Nunca se sabe o que pode acontecer, não é mesmo?

Deixar a bebida sozinha enquanto vai rapidinho no banheiro

Falando em sair pra beber, está aí outra coisa que as mulheres nunca fazem. Deixar a bebida na mesa enquanto vai no banheiro, pode ser um grande erro. Mesmo quando amigos estão por perto. Em um momento de descontração como esse, não é muito difícil para alguém colocar algo na bebida sem que ninguém perceba. Elas sempre preferem terminar sua bebida antes de dar aquela idinha no banheiro.

Olhar quando alguém fala algo na rua

Se engana quem pensa que esse é um costume contemporâneo. Há muitos e muitos anos as mulheres tem que passar por esse tipo de situação. É muito difícil encontrar alguma que nunca tenha passado por uma construção, por exemplo, sem receber uma cantada constrangedora. Simplesmente não dão moral e continuam a caminhar como se nada tivesse acontecido. Talvez seja mesmo o melhor a se fazer.

Evitam conversar com estranhos

Nossos pais sempre nos diziam pra não conversar com estranhos. No entanto, convenhamos que este é um ótimo conselho mas que só é válido para crianças. Ao longo de nossas vidas, é natural que desenvolvamos a necessidade de conversar com estranhos. É assim que conseguimos nosso crescimento pessoal e profissional.

Acontece que nem sempre isso pode ser algo produtivo, principalmente com as mulheres. Nunca se sabe sobre as reais intenções da pessoa que está ali. Se existe um grupo de pessoas conversando entre si, tudo bem, mas caso contrário… É sempre melhor evitar.

 Sair sozinha para dançar

Sair sozinha pra dançar, da mesma forma que sair sozinha pra beber, é algo que costumam evitar ao máximo. É um tipo de programa que pode ser extremamente bacana de fazer, mas também existem sérios riscos envolvidos. O ser humano é imprevisível e você nunca sabe com quem vai dar de cara.

Também evitam transportes públicos tarde da noite

Se os transportes públicos durante o dia já podem se transformar em um problema generalizado, imagine como pode ser durante a noite. Coisas realmente absurdas já acontecem com as mulheres dentro de coletivos lotados, mas quando estão levando poucas pessoas as coisas podem ser ainda piores, principalmente se for no período noturno. É algo para se evitar o máximo possível.

Comments

comments

Leave a Response

Nandy
Mineira que caiu de amores por “Sampa”, recordista de matriculas malsucedidas em academias e que acredita que o amor é sempre uma questão de escolha.