Saúde e Bem Estar

7 coisas que não devem ser feitas de estômago vazio

A sabedoria popular condena tradicionalmente, por exemplo, o suco de laranja ou qualquer alimento muito ácido, porque ele pode causar dores na barriga quando ingeridos de estômago vazio. Mas será que isso é mesmo verdade? É por isso que, na lista de hoje, você confere 7 coisas que não devem feitas de estômago vazio.

Tomar remédios específicos

Anti-inflamatórios não esteroides como aspirinas e paracetamol, opioides como codeína e morfina, a prednisona e metformina são alguns dos remédios listados pelo portal Medical Daily que orienta quais remédios não são indicados para ingerir de estômago vazio.

O doutor Dráuzio Varella explica que o “jejum facilita a intolerância gastrointestinal caso o remédio em questão possua teor de acidez muito elevado.” O melhor mesmo, ele indica, é sempre seguir as orientações do médico e da bula do remédio em questão.

Tomar café

O consumo do café de estômago vazio continua sendo uma batalha de opiniões divergentes entre a ciência. Isso porque o café pode aumentar o nível de produção de ácido gástrico no estômago.

Ricardo Barbuti, gastroenterologista do Hospital das Clínicas da USP, argumenta que “um paciente que já tenha dor por causa de alguma doença, como […] refluxo, pode piorar quando toma café. Mas se a pessoa tem doença gástrica e quando toma café não sente nada, não precisa restringir o uso”, ele explica em entrevista ao site do Uol.

Tomar suco de Laranja

A mesma regra do café também é aplicada ao suco de laranja. Se uma pessoa já tiver uma doença gastrointestinal ou estiver com feridas no estômago, a ingestão de suco de laranja e limão causará dores, devido à acidez da fruta.

No entanto, quem não possui nenhum problema e já esteja acostumado a tomar esses sucos em jejum, o seu consumo não fará nenhum mal.

Beber bebidas alcoólicas

“Bons bebedores sabem que devem ingerir álcool com estômago cheio”, argumenta Barbuti, gastroenterologista. Quando ingerido de estômago vazio o álcool é absorvido mais rapidamente do que após uma refeição. Do mesmo modo, a embriaguez também pode ser mais veloz.

Além disso, o álcool quando ingerido em excesso, de fato, provoca inflamações estomacais. A dica do doutor Barbuti, para o Uol, é beber enquanto enquanto se come comidas gordurosas, pois “isso atrasa a ida do álcool para o intestino”.

Fumar

O cigarro faz mal à saúde em qualquer hora do dia. Mas em jejum é ainda pior. Isso porque a nicotina e as outras substâncias tóxicas presentes no cigarro são absorvidas com mais velocidade quando se está de estômago vazio, o que pode provocar tonturas, náuseas e até o vômito. O gastroenterologista Barbuti explica para o Uol que “a regra é: não fume em jejum”.

Tomar refrigerante

A diferença da acidez do suco de laranja e do refrigerante, é que as bebidas gaseificadas não possuem nutrientes para equilibrar a acidez provocada pelo ácido fosfórico no estômago, o que pode induzir a produção de ácidos e causar dores estomacais.

Outro problema, segundo Dennys Cintra, nutricionista e professor da Faculdade de Ciências Aplicadas da Unicamp,  é que o gás da bebida dilata a parede do estômago. “Esticar a pele com ferida provoca ainda mais dor”, esclarece Cintra, de acordo com matéria publicada pelo Uol.

Fazer exercícios físicos intensos

Muitas pessoas gostam de fazer exercícios intensos em jejum. A teoria é que o estômago vazio faz com que o indivíduo perca mais calorias. Mas uma matéria publicada pelo New York Times questiona essa opinião. Na verdade, o que acontece é a perda de músculos (e não de gordura), uma vez que a falta de energia do organismo retirará deles a quantidade de energia que o exercício necessita para ser realizado.

Comments

comments

Leave a Response

Nandy
Mineira que caiu de amores por “Sampa”, recordista de matriculas malsucedidas em academias e que acredita que o amor é sempre uma questão de escolha.