Curiosidades

7 fenômenos inexplicáveis da natureza

É normal que exista muita gente por aí com medo de fantasmas ou alienígenas, visto que temos certa tendência a temer o desconhecido, não é mesmo? Por mais que possamos conhecer certas histórias a respeito, é bem difícil provar que realmente existiu ou aconteceu. Da mesma forma ocorre com alguns fenômenos inexplicáveis mundo afora, que nunca tiveram explicação.

Sempre nos preocupamos muito em tentar encontrar um lado racional para as coisas, explicar da melhor forma possível o motivo que leva a determinada ação, mas nem sempre isso é possível, o que pode ser bem frustrante no fim das contas, e até mesmo assustador, por isso, confira a seguir 7 fenômenos inexplicáveis da natureza.

Geleia de estrelas

O que pode cair do céu? Chuva, neve, granizo? Bom, geralmente é apenas isso que esperamos, mas algo completamente inesperado e curioso também caiu: geleia de estrelas. Mas o que seria isso? trata-se de um material gelatinoso e translúcido que pode ser encontrado muitas vezes em árvores ou na grama, que evapora facilmente.

Acontece que muitos foram os relatos de pessoas que afirmavam ter visto o material caindo do céu, sem explicação nenhuma, o que leva a acreditar que é proveniente de estrelas moribundas, ou que ainda poderiam ser excrementos de alienígenas, dentre tantas outras hipóteses. A documentação da estranha substância remonta ao século 14, época em que os médicos usavam “coisas da estrela” no tratamento de doentes.

O curioso é que depois de análises feita em laboratório, a tal geleia não mostrou nenhum vestígio de DNA vegetal ou animal, fazendo com que não se saiba nada concreto a seu respeito.

Nuvens Morning Glory

Já ouviu falar neste fenômeno? Como bem sabemos, por mais que as nuvens pareçam enormes travesseiros, são constituídas de água e não seria nada agradável repousar sobre elas, caso fosse possível. As nuvens Morning Glory, ou Glória da Manhã, são bem longas e formam grandes tubos ameaçadores no céu, podendo ter extensão de mais de 965 quilômetros. É algo que pode ser contemplado na Austrália quando acontece a transição de uma estação seca para uma mais chuvosa.

Por mais que essas informações existam, não existem relatos que provem o porque, ou como essas nuvens se formam, alguns cientistas acreditam que elas se formam por meio da combinação da brisa do mar com a mudança de umidade, mas nada ainda definiu com precisão o que acontece.

Cidades no céu

Pode parecer que não passa de uma brincadeira, mas foi em 21 de abril de 2017 que moradores da cidade chinesa de Jieyang, ficaram chocados com que podiam ver: a imagem de uma cidade flutuando sobre nuvens. Diversas pessoas publicaram imagens e vídeos na internet e tudo foi muito alarmante, deixando as pessoas enlouquecidas, mas o fenômeno já havia sido registrado outras 5 vezes, também na China, cerca de 6 anos antes.

Essa grande quantidade de vezes em que aconteceu levou teóricos a formularem hipóteses que realmente surpreendem. Muitos deles acreditavam que era uma tentativa alienígena de atravessar uma dimensão diferente, enquanto outros acreditavam que era o retorno de Cristo, ou que apenas seria uma demonstração holográfica feito pelo governo chinês ou estadunidense.

Bom, tudo isso poderia ser absurdo. O mais próximo da verdade que conseguiram chegar, é que isso seria consequência de um raro evento chamado “Fata Morgana”, que faz com que luzes que sejam expostas a ondas de calor causem efeito de duplicação. Bom, essa seria uma explicação completamente aceitável, porém, as imagens da cidade de cima são bem diferentes da cidade de baixo…

Chuva de cães, gatos… E aranhas?

Assim como já mencionamos, costumamos esperar que água caia do céu, mas o que acontece quando começam a cair animais? Por mais absurdo que pareça, existem realmente fenômenos climáticos que registram animais sem voo caindo do céu sem explicação nenhuma. Não são apenas cães e gatos, mas existem registros de animais das mais variadas espécies simplesmente caindo do céu, junto com a água da chuva.

Girinos, sapos, aranhas e até mesmo peixes já foram vistos caindo. A principal teoria é de que esses animais teriam sido levados a um nível superior por meio de tornados ou coisas semelhantes que poderiam ter ocorrido em seu habitat, mas nada foi comprovado.

Céu de sangue

Imagine o céu ficando com tons de vermelho sangue de repente, e segundo depois voltando ao normal… Te parece familiar? Será que este não seria um indício do Apocalipse? Bom, foi exatamente este fenômeno que moradores da cidade de Chalchuapa, em El Salvador, presenciaram no ano de 2016. Uma luz avermelhada carregou os céus da cidade por aproximadamente 1 minuto e em seguida, desapareceu, deixando tudo com um aspecto meio rosado.

Uma das hipóteses é que a luz seja apenas um efeito colateral de chuvas, mas é algo improvável, já que o fenômeno nunca aconteceu antes. Uma outra possibilidade levantada é que a luz seja apenas a reflexão sobre nuvens de um incêndio que acontecia por perto. O fato é que nunca conseguiram ter certeza de nada em relação ao evento.

O Grande Atrator

Certamente a teoria mais aceita em relação ao surgimento do universo é a do big bang, mas ela não explica um fenômeno apelidado de “Grande Atrator”. Já ouviu falar? Nos anos de 1970, estudos começaram a ser feitos pra analisar algo que se posiciona a 150 ou 250 milhões de anos luz da Terra, mas que tem a capacidade de atrair para si a Via Láctea e outras diversas galáxias por perto.

O posicionamento de estrelas da Via Láctea dificultam enxergar o que está realmente puxando esses astros, e foi apenas apelidado com este nome, sendo tratado como uma anomalia gravitacional. Foi somente no ano de 2016 que cientistas conseguiram ver algo além das estrelas, com a ajuda de um rádio telescópio Parkes do CSIRO, e descobriram 883 galáxias agrupadas no local. A causa para isso é desconhecida, mas acredita-se que essas galáxias foram atraídas pelo Grande Atrator.

O Taos Hum

A cidade de Taos, que fica localizada na parte central do Novo México, é conhecida por ser composta por uma comunidade rica em artistas liberais e por diversas celebridades que habitaram o local, porém, é mais conhecida ainda pelo famoso “Taos Hum”, que é um zumbido que pôde ser ouvido por 2% da população, sendo que cada um o descrevia de uma forma diferente.

O primeiro relato foi registrado em 1990 e foi investigado pela Universidade do Novo México. O mais curioso é que as pessoas podem escutar um ruído, mas nenhum equipamento consegue capturá-lo… É como se não existisse e fosse apenas uma ilusão. É mais uma das coisas que permanecem sem explicação até os dias de hoje!

Comments

comments

Leave a Response

Nandy

Mineira que caiu de amores por “Sampa”, recordista de matriculas malsucedidas em academias e que acredita que o amor é sempre uma questão de escolha.