Curiosidades

7 gestos comuns que você não pode fazer em alguns lugares do mundo

Os gestos são ações corporais visíveis e voluntárias que transmitem um significado. Desta forma, o ser humano consegue se expressar com o outro utilizando as mãos e até mesmo o corpo. Porém, nem sempre os sinais podem ser feitos em qualquer lugar. Isso porque culturas diferentes também significa costumes divergentes. Sendo assim, o que pode ser comum em um local nem sempre é em outros e, por isso, nem todos os gestos podem ser feitos por aí:

Dar tchau

No Brasil e alguns outros países, o ato de mostrar a palma da mão significa que alguém está se despedindo ou pedindo para parar. Porém, o gesto deve ser evitado na Grécia, já que no país, o sinal é ofensivo, pois lembra o período de escravidão.

Aperto de mão com apenas um braço

Faz parte da cultura de diversos países cumprimentar uma pessoa apertando a mão com apenas um braço, certo? Não na Coréia do Sul. Para os coreanos esse gesto é considerado rude, sendo assim, a mão esquerda precisa apoiar o braço direito durante o aperto de mão.

“Jóia”

Em vários países esse gesto pode significar aprovação, mas não na Tailândia. No local, o sinal é feito quando algo não está de acordo. Porém, já em Bangladesh e no Irã, a gesticulação é super ofensiva e deve ser evitada ao máximo. Isso porque no lugar, o sinal tem o mesmo efeito de mostrar o dedo do meio. Já no Japão, o gesto não é recomendado por homens, pois significa “namorado”.

Cruzar os dedos

Em vários países o ato de cruzar os dedos significa que alguém está te desejando sorte. Porém, no Vietnã não é aconselhável fazer esse sinal. Lá, uma mão com o dedo indicador e o dedo médio cruzados é um gesto obsceno, principalmente se for feito quando se está dirigindo ou olhando para uma mulher, visto que, para eles, o gesto se assemelha ao órgão genital feminino.

Gesto de “banana”

O ato de colocar o punho no cotovelo enquanto levanta o outro punho para frente pode não ser um sinal positivo em várias partes do mundo, como no Brasil e sul da Europa. Nesses países, o gesto é feito, principalmente por pessoas que gostam de futebol e querem ofender os adversários.

OK

Fazer um círculo utilizando o dedo polegar e o indicador significa “ok” em vários lugares do mundo, como nos Estados Unidos. Porém, esse gesto que também é utilizado por mergulhadores para dizer que não existe problema, em muitos países da América Latina é considerado obsceno. Na França, por exemplo, o sinal pode significar zero.

Chamar com o indicador

Em vários países asiáticos, o ato de você chamar alguém pelo dedo indicador direito não é recomendado. Nas Filipinas o sinal é feito quando se chama cachorros, sendo assim, eles não utilizam o gesto para pessoas, pois consideram depreciativo, e significa que quem está fazendo a gesticulação se considera superior.

Fonte: Fatos Desconhecidos

Comments

comments

Leave a Response

Nandy
Mineira que caiu de amores por “Sampa”, recordista de matriculas malsucedidas em academias e que acredita que o amor é sempre uma questão de escolha.