Curiosidades

7 hacks cerebrais que prometem lhe dar um equilíbrio espiritual

Desenvolver algumas habilidades neurais em nosso cérebro nos proporciona observar e visualizar nossos próprios sentimentos de uma nova perspectiva, o que significa, não ficar ali sofrendo com a negatividade que ele pode produzir.

Na maioria dos casos das pessoas que desenvolvem tal habilidade, aprendem a se vigiar e se tornarem mais cuidadosas com seus próprios pensamentos e sentimentos, elas ficam mais saudáveis e positivas perante a vida e todas as pessoas a sua volta.

A música pode mudar sua capacidade de perceber o tempo

Quando vamos ligar em algum “SAC” (Serviço de Atendimento ao Cliente)  sempre nos deparamos com momentos em que o atendente nos pede para esperar um momento e logo percebemos uma música na linha. Essa música não é à toa, pois ela foi pensada especificamente em reduzir a quantidade de tempo que você acha que está esperando, de modo que você seja menos propenso a desligar a ligação. Outros lugares que envolvem a “espera” como os consultórios médicos, usam um macete bem semelhante. Esse tipo de ação é tão comum, que você raramente vai entrar em um shopping, supermercado ou loja sem ouvir algum tipo de música em segundo plano.

A Música faz de você um melhor comunicador

Quando você tem muito contato com a música, se torna capaz de perceber as emoções das outras pessoas, fazendo assim, você começar a sentir mais empatia. Pessoas que conseguem tocar instrumentos em um nível profissional podem detectar alterações emocionais no tom da voz das outras. Em outro ponto de vista, elas sabem exatamente quando você está triste e diz que está bem. Mas não é só isso, o fato de estudarem música as tornam mais propensas a sintonizar o ruído de fundo, sendo ainda mais atentas ao que você está tentando dizer.

Controle a raiva usando sua mão menos dominante

Todos nós temos pelo menos um amigo esquentadinho que parece não conseguir controlar sua raiva, e algumas vezes pode até passar dos limites. Contradizendo o que muitas pessoas acreditam, não existe uma maneira certa de acalma alguém, pois quando você está furioso perde o pensamento lógico.

O que realmente precisa fazer é reforçar suas defesas de raiva antes que chegue a um ponto extremo. A Universidade de Nova Gales Do Sul, encontrou um truque perfeito de gerenciamento de raiva. Algumas pessoas que já tiveram problemas relacionados a raiva foram convidadas a passar duas semanas usando sua mão não dominante para qualquer coisa, ou seja, aquelas que eram destras usavam a mão esquerda e as canhotas a mão direita. Depois que passou todo esse tempo, as pessoas podiam controlar melhor seus ataques de raiva.

Escreva coisas para lembrá-las

Todos nós temos noites que parecem infinitas, não é mesmo? Nossa cabeça está tão cheia de coisas que não conseguimos fechar nossos olhos. Uma solução para isso é você escrever o que você está pensando. O ato de manusear uma caneta, pode fazer com que o seu cérebro entenda que ele não precisa ficar se preocupando tanto com uma coisa, porque está anotada. Você só precisa se lembrar de onde anotou!

A música pode impulsionar seu sistema imunológico

Num primeiro momento, a música reduz o estresse, diminuindo os níveis de cortisol, produto químico que faz você se sentir estressado. Mas, como exatamente isso ajuda o sistema imunológico? Bom, além de reduzir o estresse, a música também aumenta os marcadores imunológicos em seu sistema, criando mais anticorpos para combater alguma doença. O processo funciona assim: ao longo do tempo, o corpo pode aprender a reconhecer certos tipos de música como impulsos imunológicos, fazendo assim a melhoria do sistema.

Levante suas sobrancelhas para se mais criativo

Um estudo publicado no Creativity Research Journal, afirma que o simples ato de alargar seus olhos e levantar sua sobrancelha pode servir como um impulso de adrenalina para sua criatividade.

Existem dois tipos de atenção: a perceptiva, que é dada as suas experiências físicas e a conceitual, que é atribuída aos seus processos mentais. Os dois estão ligados, e se algum acelera ou diminui, o mesmo acontece com o outro.

O estudo testou a teoria usando dois grupos de pessoas, um deles foi convidado a levantar as sobrancelhas, enquanto o outro foi orientado a manter as sobrancelhas franzidas. Logo após, os grupos foram convidados a apresentar uma legenda para uma imagem de um cão deitado em uma cama com uma rosca na boca.

As pessoas que mantiveram suas sobrancelhas levantadas tiveram respostas mais inteligentes, enquanto as outras deram respostas mais preguiçosas ao pont de não ter sentido algum.

Chiclete pode ser um estímulo cerebral

Para algumas pessoas, ter outros indivíduos mascando chiclete pode ser muito irritante mas, aparentemente, todas aquelas pessoas que adoram mascar chiclete podem estimular o cérebro com o ato, funcionando como metanfetamina para o seu cérebro.

Em um estudo algumas pessoas receberam algumas tarefas para realizar com ou sem gengiva, as pessoas com chiclete apresentaram melhor desempenho em todas as categorias. No início muitos acreditaram que isso se equivalia ao açúcar, mas logo viram que esse tipo de estímulo se dava por conta da “excitação induzida pela mastigação”.

Comments

comments

Leave a Response

Nandy
Mineira que caiu de amores por “Sampa”, recordista de matriculas malsucedidas em academias e que acredita que o amor é sempre uma questão de escolha.