Curiosidades

7 provas de que você é desequilibrado e não percebeu

Você se considera alguém desequilibrado? Felizes são aqueles que não se seguram por muito tempo e se permitem um pouco de desequilíbrio para equilibrar a balança do mundo tedioso. Ninguém é tão perfeito assim. E aqueles que se controlam demais, também possuem algo de errado, eles apenas escondem bem. É preciso liberdade para ser e se expressar, e coragem para assumir quem se é. Afinal, o mundo vive de aparências, mas você se expõe e coloca o rosto para fora da janela. Tudo que interessa é viver intensamente.

Se você não tem medo de assumir seu desequilíbrio bem-vindo a sua lista. E se ainda não conseguiu perceber os sinais do desequilíbrio em si mesmo, é hora de se assumir. Confira esses tópicos e veja se você se reconhece na maioria deles:

Você tem mil contas a pagar…

Mas mesmo assim está torrando seu precioso dinheirinho com coisas mais importantes como festas, presentes pra si mesmo e diversão. Afinal, a vida é uma só. As contas sempre existirão, mas sua juventude e a possibilidade de ser feliz agora, são prioridades. Você promete: vou gastar apenas R$ X,00 reais, mas quando você vê, já gastou o dobro. O que aconteceu? Um mistério da multiplicação.

Impulsividade

Você provavelmente é uma pessoa impulsiva. Quando vê já foi. Já fez. Isso faz parte da sua natureza apaixonada. Você acredita que essa é uma qualidade das pessoas verdadeiras. Pelo menos você diz o que pensa e não esconde nada. Você não se arrepende de ter viajado sem avisar ninguém, de ter terminado um relacionamento de uma hora pra outra, de se arrepender e voltar atrás no dia seguinte. Você está seguindo seu coração. Alguns chamam isso de desequilíbrio, mas você chama de honestidade implacável.

Explosão emocional

Ninguém sabe o quanto de besteiras você é capaz de engolir até chegar o ponto da “explosão”. Você vai aguentando, se controlando, até onde pode. Mas você não tem sangue de barata, nem coração de aço. E as pessoas passam dos limites. Quando vê, já está cego: esmurrando alguma mesa, batendo em alguma parede e gritando tudo que precisa sair do seu coraçãozinho magoado. Quem está de fora, até pensa que você é desequilibrado(a). Mas é melhor colocar tudo pra fora do que ficar guardando mágoa.

Carência

As pessoas mais próximas sabem que no fundo, sua explosão e desequilíbrios são passageiros assim como grandes tempestades. Depois que passa, tudo fica bem. Você é uma pessoa que precisa de carinho e amor assim como qualquer outra. Se os outros se fingem de surdos, às vezes é preciso gritar pra que eles entendam. Mas não é nada tão grave: é só carência. A verdade é que você é uma pessoa “fofa” até quando se descontrola um “pouquinho”.

O filme da sua vida

Sua vida é um filme de drama e ação ao mesmo tempo? Parece que todo dia acontece alguma coisa grande e grave que vira o seu mundo de ponta a cabeça? Você sente que é um imã de um roteiro tragicômico escrito por alguém com péssimo humor? Bem, isso pode ser explicado por um desequilíbrio do Cosmo, alinhamento planetário, teoria da conspiração, ou simplesmente um desequilíbrio da sua personalidade. Pelo menos, você está vivendo um filme muito interessante e que se fosse para as telas de cinema fariam muito sucesso. Temos que ver o lado positivo de tudo.

Oito ou Oitenta

Os outros que te perdoem: mas você está sempre certo e não é culpa sua se consegue ver o que a maioria não consegue. Você não é o tipo de pessoa que se cala quando nota que alguém está defendendo o lado errado da questão. É  um verdadeiro “oito ou oitenta” assumido. E não mudará de opinião.

O inferno são os outros

Pelo menos você reconhece que possui um certo desequilíbrio emocional. O problema são os outros que só apontam isso em você e não percebem o erro em si mesmos. Ok, você sabe que, às vezes, faz besteira e passa dos limites. Mas isso é natural do ser humano. Quem é certinho demais deve esconder algum problema psicológico bem pior que o seu.

Comments

comments

Leave a Response

Nandy

Mineira que caiu de amores por “Sampa”, recordista de matriculas malsucedidas em academias e que acredita que o amor é sempre uma questão de escolha.