Curiosidades

7 tradições de Natal mais inusitadas do que o esperado

Enfim, chegou o natal! Época em que o espírito natalino toma conta de muita gente, despertado os mais diversos sentimentos e a  solidariedade. Também é a época em que colocamos na balança tudo aquilo que fizemos ao longo do ano e o que precisamos melhorar. Também é a data em que se comemora o suposto nascimento de menino Jesus, motivo que faz o clima ficar ainda mais familiar.

Existem muitas tradições natalinas ao redor do mundo, mudando alguns personagens ou costumes os quais estamos habituados. Algumas são completamente estranhas… Mas vamos lá, todas devem ser respeitadas, afinal, simbolizam a identidade cultural de  cada região, não é mesmo?

Presépios nada convencionais

Enquanto estamos acostumados com os tradicionais presépios no natal, representando José, Maria, o Menino Jesus e os animais, na Catalunha eles contam com um personagem a mais. O nome do incrível elemento extra é “caganer”. Exatamente isso… Estranho? Bem, fica ainda mais quando você entende do que se trata.

Ele nada mais é um boneco que fica agachado, defecando. Normalmente, representa personalidades famosas, que vão desde jogadores de futebol até políticos, todos com as calças baixas e um cocô logo abaixo. Encontrá-los pelos presépios do local é extremamente comum. Enquanto muitos pensam que o caganer é uma forma de protesto ao poder, não é nada disso. A tradição surgiu no início do século 18, com a intenção de simbolizar a fertilização da terra…

Frango frito na ceia de natal

Partindo para algo menos estranho mas ainda inusitado, os japoneses possuem o hábito de passar o natal em restaurantes e fast-foods comendo frango frito. Já que muitos são budistas ou xintoístas, suas tradições dessa época do ano se limitam bastante. Dessa forma, estima-se que grande parte das famílias do país optem por passar a data dessa forma. Quem acaba saindo no lucro são os estabelecimentos, que por sinal. já chegaram a montar cardápios especiais e pedem antecedência de uma semana para a encomenda do frango, visto que a procura é gigante!

Duendes

Bem, os duendes são personagens completamente lúdicos e costumam participar de filmes de fantasia. Não é tão incomum vê-los em filmes de natal, atuando como ajudantes do Papai Noel. No entanto, na Islândia as pessoas levam esse personagem realmente a sério. Pesquisas realizadas em 2007 apontaram que 54% da população do país acreditava em duendes. Isso faz com que todos os anos pessoas se vistam de  duendes elfos, levando presentes para crianças e os pendurando nas meias que deixam nas janelas.

Picles natalino

Bem, aqui vai mais uma. É comum que os habitantes da região central dos Estados Unidos utilizem um “picles alemão” como item de decoração. No entanto, o escondem entre os vários raminhos da árvore de natal. Assim, a primeira criança que for capaz de encontra-lo em meio a decoração da árvore, ganha algum doce. A tradição é chamada de Weihnachtsgurke, que pode ser traduzido exatamente como “picles de natal”. E aí? Que tal aderir à ideia?

Natal em janeiro

Da mesma forma que acontece com outros 13 países, o natal é comemorado apenas no dia 7 de janeiro em Moscou, na Rússia, e em Kiev, na Ucrânia. É comum que locais com maior presença de cristãos ortodoxos adotem tal data para o evento. Ao invés de acompanharem o calendário gregoriano, acompanham o calendário juliano, instaurado no ano 46 a.C.

Queimando uma cabra!

Pode ficar calmo porque não estamos falando de uma cabra de verdade. Na cidade de Gavle, na Suécia, os habitantes tem o costume de construir uma grande cabra de palha, simbolizando especialmente o natal escandinavo. Apenas para que você tenha noção, ela é realmente gigante, com seus 13 metros de altura. Embora seja uma tradição desde o ano de 1966, as autoridades ficam atentas para que nada dê errado, afinal… São 13 metros pegando fogo, não é mesmo? Se algo der errado, pode colocar vidas em risco.

Pobres crianças…

Bem, o natal é uma época feliz em que os sentimentos mais bonitos se afloram. No entanto, os austríacos mantem uma tradição um tanto assustadora. Já ouviu falar do Krampus? Também conhecido como o “antinoel”, é uma criatura mitológica que se parece muito a um demônio. Ele costuma acompanhar o Papai Noel nessa época do ano, mas com propósitos diferentes: sua missão é assustar as crianças que foram mau comportadas durante o ano e colocá-las dentro de um saco.

Pegado o gancho da história, os austríacos costumam se fantasia de Krampus e sair pelas ruas, assustando as pobres crianças que ainda não sabem diferenciar o real da fantasia. Quanta maldade, hein?!

Comments

comments

Leave a Response

Nandy
Mineira que caiu de amores por “Sampa”, recordista de matriculas malsucedidas em academias e que acredita que o amor é sempre uma questão de escolha.