As torturas mais brutais da história da humanidade

por Nandy 04 jul 2016 - 20h 26
4.493 visualizações

Antigamente, era muito comum torturar os prisioneiros a fim de se obter informações, o método era tão eficiente que eles até acabavam confessando crimes que não haviam cometido, infelizmente, muitas vezes era tarde demais e muitos acabavam morrendo, isso quando não eram condenados à morte por tortura. Mais surpreendente eram os métodos utilizados naquela época. Confira a seguir alguns dos principais instrumentos utilizados em diversas torturas:

Esfolamento

tortura

Na Idade Média, realmente existiam aqueles que eram habilidosos em separar a pele da carne, neste método, geralmente os torturados quando os carrascos chegavam à altura da cintura no esfolamento, as vítimas morriam devido à hemorragia.

Pêra

Conforme você rosqueia o instrumento, ele vai se abrindo e expõe suas lâminas. Ele era inserido na boca ou na vagina das mulheres ou então no ânus dos homens, o que causava danos imensos onde quer que fosse inserido.

Empalamento

Consistia em pegar uma grande estaca e inseri-la através do ânus do suposto criminoso, fazendo-a sair pela boca da vítima, algumas vezes, os carrascos até mesmo inseriam o objeto lentamente e faziam movimentos para aumentar a dor.

Banco da tortura

Sem dúvida uma das torturas mais lentas já realizadas, nela, o torturado era amarrado como na imagem e, a cada resposta insatisfatória, o carrasco enrolava ainda mais a corda que prendia os braços do torturado, separando as articulações, causando uma morte lenta.

Aranha espanhola

aranha espanhola instrumento de tortura

Essas garras eram usadas quase sempre incandescentes, com elas, os carrascos arrancavam os seios das mulheres, além da barriga e das nádegas, tanto de homens quanto de mulheres, de uma forma muito violenta.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!
Comentários
Logo @AcreditaNisso