Coisas que são proibidas no Brasil e que você não fazia ideia

por Nandy 21 dez 2015 - 19h 13
34.892 visualizações

No Brasil temos tantas leis proibindo algumas coisas que não sabemos nem que elas existem, e o pior é que diversas algumas delas estão tão disseminadas por aí que pensamos serem até normais. Claro, várias dessas leis são antigas e no mundo de hoje algumas delas podem até ser revogadas. Confira algumas delas:

Molhar pedestre

Acredite se quiser, mas, teoricamente, se você passar por alguma possa e molhar algum pedestre você recebe uma multa de R$ 85 e comete uma infração de nível médio, além de perder 4 pontos na carteira. Aqui no Brasil, muitos motoristas não sabem disso e alguns até aceleram para molhar ainda mais o pedestre…

Fumar narguilé em locais públicos

Esta proibição é um pouco mais forte, uma vez que se você for pego fumando com algum menor de idade pode ir preso por quatro anos.

Bicicleta na calçada

Infelizmente, há uma lei que proíbe o tráfego de bicicletas nas calçadas, o duro é não ter ciclovias em lugares apropriados, nesse caso, o ciclista deve andar na mesma direção do tráfego e próximo à calçada.

Bronzeamento artificial

Por incrível que pareça, o bronzeamento artificial é proibido aqui no Brasil, tanto que você não irá encontrar nenhum lugar que faça o serviço que não seja de forma clandestina, entretanto em outros países ele é permitido sem restrições.

Bengalas no avião

Isso mesmo, as bengalas são proibidas porque podem ser utilizadas como arma e ameaçar a segurança da aviação civil, são proibidos também aerossóis, saca-rolhas e até raquetes de tênis.

Compartilhar pornografia com menores de idade

Ainda mais agora com o Whatsapp, ficou muito fácil compartilhar diversos conteúdos, mas saiba você que se você enviar algum conteúdo pornográfico para alguém menor de 18 anos, os pais desse alguém podem entrar na justiça alegando danos morais e você pode até mesmo ir preso.

Siga nas redes:

Facebook: Nandy Martins

Instagram: @nandy_martins

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!
Comentários
Logo @AcreditaNisso