Leite de barata pode ser o alimento do futuro

por Nandy 28 jul 2016 - 23h 31
502 visualizações

Antes de tudo, isso não foi um erro de digitação, por mais surpreendente que seja, afinal dentre todas as espécies de barata existentes todas botam ovos, com exceção de uma: a Diploptera punctata, a qual cuida de seus filhotes dentro de seu próprio abdômen, ao secretar uma substância que acabou ficando conhecida como leite de barata.

Quando os filhotes acabam se alimentando do tal leite, ele acaba formando cristais de proteínas, os quais, segundo um dos pesquisadores envolvidos, Leonard Chavas, possuem três vezes mais energia que a mesma quantidade de leite de búfalo e quatro vezes mais que o de vaca, isso sem falar que o leite de barata ainda é rico em carboidratos e gorduras, contendo todos os tipos de nutrientes que um ser humano necessita para se desenvolver.

Devido ao potencial desse leite, é normal que baratas dessa espécie sejam um pouco maiores do que os outros, mesmo assim, ainda temos um impasse: como “ordenhar” uma barata e adquirir o tal precioso leite?

E a resposta pode lhe surpreender: não é possível ordenha-las, é por isso que Chavas e sua equipe, cujo interesse era, no início, a composição do tal leite, irão fazer pesquisas e mais pesquisas em cima dos métodos bioquímicos que são necessários para produzi-lo, afinal, se eles realmente conseguirem desenvolver o método, combater a escassez de alimentos será muito mais fácil, claro, não estamos dizendo que eles conseguirão erradicar a fome o dia para a noite, mas  sem dúvida a geração atual já será imensamente afetada.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!
Comentários
Logo @AcreditaNisso