O que fazer da sua vida com o WhatsApp bloqueado?

por Nandy 03 maio 2016 - 00h 23
45 visualizações

Como você já deve ter visto, o WhatsApp foi bloqueado novamente, através de uma ordem judicial imposta às redes de telefonia de todo o Brasil, o pior é que a grande maioria de brasileiros utiliza o aplicativo e agora ele já faz parte do dia-a-dia de muitos, tanto que alguns não conseguem ficar nem sequer meia hora sem dar aquela verificada no aplicativo, e é pensando nisso que separamos algumas coisas que você pode fazer nessas 72 horas em que o WhatsApp ficará bloqueado. Confira:

Converse com alguém – PESSOALMENTE

conversa

Ultimamente, é difícil ver alguém falar pessoalmente com alguém, acredite ou não, mas há casos em que duas pessoas estão lado a lado, mas falando pelo aplicativo.

Desenterre seu videogame

videogame

Sabe aquele Playstation 1 que está acumulando poeira no armário? Ou então seu Super Nintendo? Pois bem, agora ele parece muito convidativo…

Atualize sua série

série

Sem dúvida você deixou de baixar e assistir a sua série favorita só para ficar conversando no WhatsApp, não é mesmo? Pois bem, agora é a hora de coloca-las em dia!

Leia ou escreva um livro

ler livros

E não estou falando dos e-books, pelo contrário, estou falando daquele conjunto de papéis unidos pela lateral que está cheio de pó na prateleira do quartinho, pegue uma história que você goste ou então inove e crie sua própria história!

Saia de casa

sair

Ao invés de sair do celular e ir para o computador, que tal reunir os amigos e ir praticar algum esporte ou então jogar conversa fora? Só uma dica, estamos sem WhatsApp, portanto você terá de ligar para seus amigos.

Desafie-se

desafio whatsapp

Faça um desafio para você mesmo! Fique um dia inteiro sem utilizar produtos eletrônicos como computadores e celulares, mas não vale voltar freneticamente para os aparelhos quando o prazo terminar!

Siga nas redes:

Facebook: Nandy Martins

Instagram: @nandy_martins

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!
Comentários
Logo @AcreditaNisso