Mundo Animal

Os 4 cães mais perigosos

É injusto rotular insensivelmente alguns cães como perigosos. No entanto, algumas raças de cães têm potencial para causar danos graves a uma pessoa durante um ataque. Confira:

Husky Siberiano

Esta raça requer exercícios diários e na falta deles pode tornar-se aborrecido e desobediente. O Husky pode crescer muito e tem como característica o seu companheirismo.

cães

Rottweiler

Como acontece com qualquer raça, o comportamento potencialmente perigoso dos Rottweilers geralmente resulta da irresponsável dos donos na criação do animal, abuso, negligência ou falta de socialização e formação. No entanto, a força do Rottweiler é algo que não deve ser menosprezada.

Cães

Pastor alemão

Uma raça de cães que se originou da Alemanha, o Pastor Alemão é inteligente, confiante, alerta e vigilante. No entanto, essa raça tende a proteger família e território, fato que pode ocasionar alguns ataques.

Cães

Pitbull

O termo “pit bull” abrange certas raças de cães da American Pit Bull Terrier, o Staffordshire bull terrier, o terrier de Staffordshire americano, e o buldogue americano. A maioria de suas raças foi utilizada para lutas em grande parte do mundo. O pit bull é considerado como o cão mais perigoso da América.

cães perigosos

Siga nas redes:

Facebook: Nandy Martins

Instagram: @nandy_martins

Comments

comments

Leave a Response

Nandy

Mineira que caiu de amores por “Sampa”, recordista de matriculas malsucedidas em academias e que acredita que o amor é sempre uma questão de escolha.