Este é o “Sr. Gentileza”, o brasileiro que concorre ao Nobel da Paz

0
3

Já percebeu que as pessoas estão sempre correndo? Não na forma literal da palavra, mas no sentido de que todos vivem sempre com pressa. Atualmente, o mundo acaba exigindo isso de nós, que sejamos mais ativos e espertos para que consigamos acompanhar o ritmo das mudanças. Acontece que esse tipo de comportamento acaba gerando, ao mesmo tempo, uma série de contratempos. Ainda por cima, é normal que as pessoas passem a dar menos valor às pequenas coisas, a exemplo da mais simples gentileza.

Já dizia o ditado: “gentileza gera gentileza”, e é algo essencial para nossas vidas. E por falar nisso, você sabia que quem criou tal expressão foi um brasileiro? José Datrino, mais conhecido como Profeta Gentileza, foi um carioca que atuava como uma espécie de pregador e sempre andava com uma placa em que os dizeres estavam escritos. O homem morreu no ano de 1996, no entanto, seus pensamentos continuam gravados em 56 pilastras no viaduto do Caju.

Atualmente, seguindo os passos do profeta, o Brasil conta com Luiz Gabriel Tiago, também do Rio de Janeiro, especificamente, de Niterói. O jovem decidiu abraçar a causa e acabou desenvolvendo um trabalho tão grandioso que acabou ficando conhecido como Senhor Gentileza.

O projeto

Embora estejamos presenciando atualmente inúmeros cenários de violência, ainda existem pessoas capazes de nos mostrar que existe esperança. O Sr. Gentileza foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz 2018, devido ao prestigioso trabalho que vem desenvolvendo à frente do projeto conhecido como Pontinho de Luz.

Trata-se de um grupo que vem mudando completamente a vida de pessoas em nosso próprio país, de toda a América do Sul e até mesmo em lugares da Europa. Os mesmos se definem como “uma ‘fábrica’ de atos gentis”, onde não medem esforços para ajudar na minimização de desigualdades em nossa sociedade.

Recentemente, o Sr. Gentileza foi convidado para palestrar na Campus Party, que teve uma edição em Belo Horizonte, Minas Gerais. Desde o dia em que começou a de fato atuar, o projeto Pontinho de Luz conseguiu alcançar bons resultados. Foram capazes de doar cerca de 500 toneladas de alimentos, vestuário, água potável, fraldas infantis e geriátricas, brinquedos, remédios, enfim… Uma série de coisas que pessoas carentes realmente precisavam. Atualmente, são mais de 35 mil pessoas que se dividem pelo Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Irlanda e Espanha, na busca incansável por espalhar solidariedade.

Aqueles interessados em compartilhar e ajudar toda essa rede de gentiliza, precisam passar por pequenos treinamentos. Essas pessoas são encaminhas para pontos de vivência, onde conhecem um pouco mais do projeto e como tudo funciona. Entram em contato com a causa e com tudo aquilo que motiva os voluntários a seguirem em frente

O Sr. Gentileza

Em uma entrevista concedida durante o evento, o Sr. Gentileza explicou um pouquinho mais de seu trabalho e falou sobre suas convicções. Segundo ele, as pessoas precisam despertar em si esse instinto de gentileza, olhando para o próximo com outros olhos. Embora a tecnologia seja uma das grandes responsáveis por deixar as pessoas mais distantes e frias, também é um método que, segundo ele, acaba ajudando muito.

Graças à internet, por exemplo, o Pontinho de Luz é capaz de se disseminar em diferentes pontos do mundo. Capaz de atrair cada vez mais interessados no projeto e, consequentemente, ajudar uma crescente quantidade de pessoas. Quando questionado sobre o que espera para o futuro, afirma que pretende ir mais longe.

Conquistar o coração de pessoas que possam ajudá-los a expandir o projeto para causas ambientais e animais, visto que ainda é algo que não conseguem atender. Ele ainda acrescenta dizendo que acredita firmemente que um dia seu trabalho perderá o sentido. Bom, mas para que isso aconteça, é necessário que as pessoas despertem esse lado solidário.

Percebam que o mundo apenas será um lugar melhor quando tivermos a capacidade de parar de culpar terceiros, e partirmos para a ação naquilo que podemos fazer por conta própria. Sem dúvida, Luiz Gabriel é um grande merecedor do Prêmio Nobel.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here