in

O dia que 70 mil pessoas testemunharam um milagre inexplicável no céu

No mês de outubro de 1917 a cidade de Fátima, em Portugal, foi o local escolhido para um milagre. Isso mesmo, mais conhecido como “O milagre do sol”, o evento foi considerado extraordinário e reuniu não apenas fieis ou religiosos, muitas pessoas visitaram a cidade para testemunhar.

Alguns meses atrás, Nossa Senhora apareceu para três crianças e anunciou que faria um milagre em outubro e isso se espalhou rapidamente. Foi então que a divindade anunciou que a Primeira Guerra Mundial acabaria em breve.

De repente três videntes que estavam no lugar tiveram visões da Sagrada Família e a multidão de cerca de 70 mil pessoas ficou hipnotizada enquanto o sol ficava prateado. Todos viram o Sol girando no círculo de nuvens.

Um jovem advogado, chamado José Almeida Garrett, descreveu, segundo seu ponto de vista, tudo o que ocorreu naquele dia. “O disco do sol não ficou imóvel. Este não era o brilho de um corpo celestial, pois girava sobre si mesmo num turbilhão louco. Então, de repente, ouviu-se um clamor, um grito de angústia rompendo de todo o povo. O sol, girando descontroladamente, parecia se soltar do firmamento e avançar ameaçadoramente sobre a Terra, como se nos esmagasse com seu enorme e ardente peso”.

Muitos relatos começaram a surgir depois do evento. Algumas pessoas diziam ter visto o sol dançar nos céus. Enquanto outros acreditaram que aquele momento na verdade se tratava do fim do mundo. Para alguns, tudo não passava de absoluta alucinação e histeria coletiva. Independentemente disso, com base na fé daqueles que acreditavam terem participado de um grande milagre coletivo, uma capela foi construída no lugar das aparições, em março de 1922.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Neymar pode perder patrocínio da Nike após acusação de estupro

7 coisas sobre sua saúde reveladas por seu paladar