Loading Posts...

Você conhece a história por trás dos colares e pingentes de ouro?

Desde que temos notícia, o ser humano utiliza diversos acessórios, são colares, brincos, pulseiras, etc, antigamente, esses adereços eram utilizados como amuletos, acreditava-se que eles eram abençoados e que possuíssem poderes sobrenaturais – algumas civilizações ainda os usam com esse intuito – e, hoje, o que temos são joias que visam destacam ainda mais a beleza de uma pessoa. E nada melhor do que o ouro para isso.

Publicidade

Mas por que o ouro? Para começar, ele é um dos elementos conhecidos que menos sofre oxidação durante o tempo, possuindo uma “durabilidade” maior que o restante dos metais, além disso, é altamente maleável, tanto que, com apenas 100g do metal, é possível estica-lo até que chegue a cerca de 1 km de comprimento, além disso, também é muito dúctil, ou seja, o grau de deformação que um material suporta até o momento de sua fratura é elevado.

Materiais que suportam pouca ou nenhuma deformação no processo de ensaio de tração são considerados materiais frágeis, o que aumenta ainda mais o seu valor. Por isso, trata-se um metal tão valioso que era e é utilizado, principalmente, em pingente de ouro, tudo bem, antes não se tinha todo esse conhecimento, mas era fácil de ver que trabalhar com o ouro era algo bem mais fácil que com outros metais, com o tempo, foi se tornando cada vez mais procurado, até ser considerado um dos metais mais preciosos que conhecemos, e usá-lo como adorno no pescoço era considerado sinal não apenas de riqueza, mas também de pureza, mais até mesmo que em braços e pernas.

Publicidade

Além disso, existe toda uma simbologia por trás de diversos colares que temos por aí, com os significados mais diversos, seja conhecimento, fé, força, sorte, renascimento, harmonia,
pureza, amor, prosperidade e por aí vai. Na verdade, existe um pingente para tudo, até mesmo para valores negativos, mas isso já é uma história que vai ficar para outro dia, afinal, não precisamos desse tipo de coisa em nossa vida, não é mesmo?

E aí, o que você achou sobre essa matéria? Já conhecia as propriedades do ouro? E sobre a simbologia envolvida nos pingentes? Não deixe de comentar!

Publicidade

Leave a Comment

Loading Posts...